Queenstown – Nova Zelândia

Queenstown é uma cidade que fica no sul da ilha sul da Nova Zelândia. Apesar de ser a maior cidade da região e considerada a capital dos esportes radicais, apenas 20.000 pessoas habitam a região de forma fixa. Durante a alta temporada a cidade dobra de população com a visita de turistas. 

Por ser a capital dos esportes radicais, Queenstown atrai pessoas do mundo inteiro que chegam a cidade para praticar Ski, Rafting, Mountain Bike, Paraglinding, ou ainda saltar de Bungee jumping e Skydiving. Os brasileiros especialmente já formam uma comunidade de mais ou menos 3 mil pessoas pela cidade. Apesar de ser pequena a cidade não poderia ficar num lugar mais bonito, ela é banhada pelo lago cristalino Wakatipu e cercada por várias montanhas, entre elas as famosas Remarkables. Uma das melhores vistas da cidade fica no alto da Skyline Gondola. 

Lago Wakatipu

Mesmo estando entre as montanhas, a Cidade da Rainha tem seu próprio aeroporto, o que facilita muito a visita por lá, já que outra grande cidade (Christchurch) fica há mais de 400 km de distância. Para nós brasileiros é impossível chegar na Nova Zelândia sem fazer alguma escala, para chegar em Queenstown adicione uma escala a mais na sua programação.

Chover é bem comum

Como já falado a cidade é bem pequena, então é muito difícil ficar mal localizado, já que tudo o que fica dentro da cidade é possível visitar a pé. Você só vai precisar de carro para ver todas as outras atrações que ficam fora da cidade. A melhor época para ir até Queenstown é no verão, onde as atividades outdoor quase não tem restrições. Claro que a exceção fica para quem quer praticar esportes na neve. 

Rio Kawarau

Foi em Queenstown, no ano de 1988, que nasceu o Bungee Jump, mais precisamente na Kawarau Bridge Bungy, que opera até hoje e apesar de já ter sido superado por tantos outros em altura e aventura, ainda é muito procurado. Um dos saltos mais procurados hoje em dia é o Nevis Bungy, que tem uma queda aproximada de 134 metros, oferecendo 8 segundos de queda livre. 

Para quem quer um pouco menos de aventura ainda existem opções de pêndulo como Ledge Swing ou um grandes tirolesas como o Shootover Canyon Fox com 182 metros de altura. Opções para quem não gosta de queda livre mas mesmo assim querem algo ao livre também existem. Entre elas estão o voo de Parapente e Asa Delta, que partem do alto do Skyline Gondola. 

Aos fanáticos por atividades aquáticas, Queenstown não deixaria vocês de fora. Canoagem e até mesmo Rafting pode ser praticado nos rios Kawarau ou Shotover, mesmo para os iniciantes. Uma das opções mais famosas entre as atividades aquáticas está o Shotover Jet, basicamente é uma potente lancha que faz manobras radicais no Rio Shotover. Passeios mais tranquilos pelo lago Wakatipu também são oferecidos. 

Se você não for o maior fanático por esportes de aventura, Queenstown oferece outras opções, a mais famosa e talvez mais proveitosa experiência dentro da cidade é a Skyline Gondola. A subida é feita, obviamente, com gondolas que já podem valer o passeio para os menos aventureiros. No topo existe um restaurante com a melhor vista da cidade, além de lojas de souvenires. Ainda lá encima experimente subir mais um pouco, dessa vez de teleférico e fazer uma ou mais descidas de Luge. Luge é um carrinho de rolimã mais moderno e possivelmente mais seguro, onde você controla a direção e o freio. Existe uma pista para iniciantes e outra para quem já aprendeu a lidar com o carrinho.

Para quem procura uma aventura controlada e contato com a natureza, ainda dentro da cidade existe diversas trilhas saindo da base do Skyline Gondola, que variam de passeios fáceis 30 minutos ou 6 horas de caminhada até o topo do Monte Lomond. 

Uma das melhores e talvez a mais simpática cidade da Nova Zelândia, essa é Queenstown. Você pode achar que está no meio do nada quando for para essa região da Oceania, mas Queenstown pode te ensinar que você não precisa de muito mais do que ela pode te oferecer. 

Verdades:

            – Queenstown respira aventura, porém você não precisa ser um aventureiro para conhecê-la. 

            – O clima em Queenstown não é dos melhores, esteja sempre preparado para frio e chuva. 

            – Todos devem tentar o Luge, desde crianças até idosos.

            – Mesmo que não vá praticar, as vistas de onde ficam os esportes radicais são imperdíveis. 

Extras:

            – Para quem não sabe Queenstown próxima da região de Central Otago, famosa por sua produção de vinho e mais de 80 vinícolas. Se estiver com folga no roteiro pode valer o encaixe. 

            – Para quem gosta de cidades minúsculas e charmosas vale a visita até a pequena Arrowtown e também até a antiga cidade dos garimpeiros Old Cromwell Town.

            – Queenstown serve também como base para passeios fora da cidade, como para Fiordland National Park (Milford Sound), Wanaka (Wanaka Tree) e Glenorchy (Mount Aspiring National Park). 

Para mais posts sobre a Nova Zelândia, clique aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.