Milford Sound – Nova Zelândia

Milford Sound é um fiorde no sudeste da Ilha Sul da Nova Zelândia e é o ponto turístico natural mais visitado do país. Essa maravilha da natureza está localizado dentro do Parque Nacional de Fiordland, junto com outros 13 fiordes, obviamente sendo o mais famoso deles. O parque é Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Fiordes Neozelandeses

A formação do fiorde se deu ao longo de milhões de anos, com o desgelo e erosão na era pós glacial. O Mar da Tasmânia entra pela costa neozelandesa, por 15 quilômetros, formando o Milford Sound. O nome do fiorde em maori é Piopiotahi, em referência a uma ave atualmente extinta. 

Fiordland

E como visitar o fiorde? Ai que começa o problema, a cidade mais próxima de Milford Sound é Te Anau, que fica a 120 quilômetros de distância.  A cidade é pequena, mas simpática, aliás na Ilha Sul do país até as grandes cidades são pequenas. Então você já sabe que terá uma longa estrada pela frente pois o trecho de 120 km é sinuoso e em muitos trechos só passa um carro por vez. Existe um único lodge em Milford Sound, mas como você pode imaginar, é bem difícil conseguir uma noite de hospedagem nele.

Estrada até Milford Sound

Há também a opção de sair com um tour guiado diretamente de Queenstown mas na Nova Zelândia compensa sempre estar com seu próprio carro pois a cada 5 quilômetros pode ter um ponto imperdível para você parar e o bate-e-volta com tour pode ser tão cansativo quanto as 3-4 horas de viagem para ir de Queenstown até Milford Sound. Para você se programar vale lembrar que Te Anau fica a 170 km de Queenstown. Se o orçamento estiver com bastante folga, existem passeios de avião saindo de Queenstown com destino a Milford Sound, inclusos nos pacotes estão o passeio de avião e de barco pelo fiorde. 

Mirror Lakes

Apesar de sinuosa, a estrada de Te Anau até o fiorde na verdade é uma estrada cênica, com vários pontos a serem conhecidos em suas encostas. Vamos listar os principais no sentido Milford Sound:

  • Eglinton Valley: Belo vale entre montanhas.
  • Mirror Lakes: Como o nome sugere, belos lagos “espelho d’agua” .
  • Monkey Creek: Dizem que aqui ficam as águas mais puras do mundo.
  • Homer Tunnel: Túnel importante historicamente, construído em 1954, responsável por abrir Milford Sound para o mundo.
  • Cleddau Valley: Estreito vale do rio com mesmo nome, entre grandiosas montanhas.
  • The Chasm: Belas cachoeiras acessíveis por uma trilha curta, a força da agua do rio Cleddau esculpiu as rochas.
The Chasm

Chegando no estacionamento de Milford Sound, você vai andar pouco menos de um quilômetro pra chegar na bilheteria e o local de onde saem os barcos, existem umas 4-5 empresas. Nós escolhemos a Mitre Peak e foi bom, pois o barco é menor, consequentemente tem menos gente. Como fomos bem cedo não tinha mais que 10 pessoas no barco, os horários com promoção tendem a ser bem cheios. Existem empresas que oferecem almoços e outros lanches, a nossa tinha apenas café e chá a vontade. Outras ainda oferecem pernoite, obviamente com o custo proporcional a esta experiência.

Mitre Peak alinhado com Mitre Peak

O passeio começa com um belo visual, o fiorde cortando paredões de 1200 metros de altitude, se for no inverno você ainda verá muitos picos nevados. No  verão a névoa da manhã é bem frequente, mas a medidas que o sol sobe, ela vai se dissipando. Os melhores horários para visitar o Milford Sound são no começo e no final do dia, por coincidência, horários onde tem menos gente.

Milford Sound

Um dos pontos altos, do passeio é ver as cachoeiras desaguando no fiorde, dependendo da chuva pode haver centenas. As mais famosas são a Lady Bowen Falls (162 m) e a Stirling Falls (155 m). Os barcos entram embaixo delas quando o tempo colabora, algo que nós achamos bem desnecessário, mas muitas pessoas gostam. De qualquer forma, se você não pretende tomar um banho de água gelada numa temperatura externa em torno de 10 graus (no verão), entre no barco logo que você ver que ele está se aproximando uma cachoeira.

Stirling Falls

A fauna no fiorde está sempre presente, é possível ver golfinhos, leões marinhos e dependendo da época, até mesmo pinguins e baleias.  Depois de duas horas vendo as belezas do fiorde o passeio termina no ponto que começou, não existe muita estrutura de restaurantes por lá, o jeito é levar o que quiser consumir, sua próxima refeição provavelmente será em Te Anau.

Leões Marinhos camuflados nas rochas

Milford Sound foi chamado de a oitava maravilha de mundo pelo escritor Rudyard Kipling (The Jungle Book) e não é por menos, realmente o lugar é magnífico. Apesar de ser um pouco “fora de mão”, conhecer a região de Fiordland na ilha sul é obrigatório para quem vai até a Nova Zelândia.

Nuvens são comuns no fiorde, assim como as cachoeiras

Verdades:

  • Essa região da Nova Zelândia é a que mais chove, chegando a chover em pelo menos 200 dias no ano. 
  • Não esqueça do repelente, os Sandflies são abundantes.
  • Deslizamentos são comuns na estrada até Milford Sound, três dias após nossa visita turistas ficaram presos por lá, tento que ser resgatados de helicóptero. 
  • O passeio poderia durar menos que duas horas tranquilamente, mas acredito que eles deixem mais extenso para compensar um pouco o esforço do deslocamento até lá.
Milford Sound

Extras: 

  • O hotel mais próximo do Milford Sound fica há 90 quilômetros de distância, é bem simples mas se você tiver com pressa, vale acordar cedo e chegar em menos tempo para as primeiras saídas dos barcos.
  • Gosta de Fiordes? Então veja mais deles na Noruega, clicando aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.