Tbilisi – Geórgia

Tbilisi é a capital e maior cidade da Geórgia, com uma população de mais de um milhão de habitantes. O nome Tbilisi quer dizer quente, referente às águas termais presentes nesta região do rio Mtkvari. Tíflis foi o nome usado para a cidade durante a domínio russo que durou mais de mil anos.

Saindo do Brasil um dos jeitos mais fáceis é indo por Istambul, porém existem outras opções por Dubai e Doha. Apesar de existirem vários relatos de que a imigração pode ser um pouco “chata” com brasileiros, conosco foi bem tranquilo, o visto é concedido no momento da entrada no país.

Tbilisi Skyline

Se está em dúvida onde se hospedar, o mais fácil é ficar próximo da principal avenida da cidade, a Rustaveli, ou próximo da Praça da Liberdade. Ficando nessa região dificilmente você vai ter que pegar metro, mas se tiver, ele serve quase toda a cidade. 

A melhor época para visitar Tbilisi é nas estações intermediárias, pois o verão pode ser um pouco quente demais e o inverno apesar de não tão rigoroso pode apresentar neve por mais de 15 dias. Como de costume faremos uma lista com o que você não pode esquecer de ver na cidade.

Teatro Nacional

Rustaveli

Como já dito, essa é a principal e mais famosa avenida da cidade, por lá ficam lojas, restaurantes e cafés, além de igrejas e atrações turísticas como: Parlamento, Teatro Nacional da Ópera da Geórgia e o Museu Nacional da Geórgia.

Parlamento da Geórgia

Freedom Square

No final (ou começo) da Avenida Rustaveli, fica a Freedom Square ou Praça da Liberdade, o coração de Tbilisi. Conhecida como Praça Lenin até a independência da Geórgia em 1991, quando a Estátua de Lenin foi substituída por uma estátua de São Jorge. Na praça também inicia a Rua Pushkin, que ainda contem pedaços da Antiga Muralha da cidade.

Praça da Liberdade

Old City 

A principal região da cidade, onde ficam diversas atrações, se tiver apenas um dia em Tbilisi é a cidade antiga que você deve explorar.

Kartlis Deda

Kartlis Deda (Mãe Geórgia)

Essa Estátua de alumínio de 20 metros foi inaugurada em 1958, comemorando 1500 anos da Geórgia. A mulher com trajes típicos segura em uma mão uma tigela com vinho, representando a hospitalidade e na outra mão segura uma espada, que representa a luta pela liberdade.

Forte Narikala

Forte Narikala

Aproveitando a parte alta da cidade, próximo da Kartlis Deda, conheça o Forte Narikala, que data do século IV e hoje ainda proporciona vistas espetaculares da cidade. Também perto do forte, fica o Jardim Botânico de Tbilisi com 100 hectares e milhares de espécies.

Jardim Botânico de Tbilisi

Parque Rike

Essa área verde na verdade é mais conhecida pela Sala de Concertos do Parque Rike, uma construção moderna que parece dois tubos e pode ser visto de grande parte da capital. Infelizmente a Sala está em desuso apesar do enorme investimento.

Bridge of Peace 

Árvore da Vida no Parque Rike

Essa Ponte foi inaugurada em 2010 e liga a parte antiga com a nova da cidade, incluindo o Parque Rike. Ela simboliza a passagem da Geórgia do histórico passado para o moderno futuro. Sua estrutura e arquitetura moderna feita de aço e vidro foi bastante controversa, porém hoje já se tornou um dos símbolos de Tbilisi.

Ponte da Paz

Teatro de Marionetes 

Esse teatro de marionetes foi construído em homenagem ao marionetista Renzo Gadriadze. Um sino é tocado de hora em hora no alto da torre, e ao meio dia um espetáculo acontece.

Teatro de Marionetes

Catedral de Sameba

Uma das maiores igrejas ortodoxas do mundo e a maior da Geórgia, foi concluída em 2004. Sua fachada é vista de grande parte de Tbilisi, principalmente a noite quando fica iluminada. Dentre tantas igrejas no país, essa pode não estar entre as mais bonitas, mas seu tamanho é colossal.

Catedral de Sameba

Igreja de Metekhi

Sua construção não esta bem documentada porém data no mínimo do século XIII, serviu como forte, prisão e mais recentemente até como teatro. Porém desde 1988 a igreja voltou a ter funções religiosas. Metekhi Church é famosa por estar construída na beira do rio, sendo um dos cartões postais de Tbilisi.

Igreja Metekhi

Banhos de Enxofre

Famosos por suas propriedades curativas, esses locais foram construídos na região de Abanotubani, hoje pertencente a cidade velha. No inverno pode ser considerada uma boa experiência.

Mãe Geórgia

Tbilisi e a Geórgia no geral estão com o turismo em expansão, obviamente que a estrutura ainda não é a melhor, mas a cidade tem uma história incrível e que deve ser explorada. Use a cidade como base para conhecer as tantas belas regiões do país e guarde pelo menos um ou dois dias para a capital.

Verdades:

  • Essa Geórgia não fica nos Estados Unidos.
  • Dirigir na Geórgia, principalmente em Tbilisi pode não ser uma boa idéia, o trânsito é um pouco caótico e as pessoas não dirigem com muita prudência.
  • Tbilisi e a Geórgia no geral é bem segura, mas sendo um país ainda em grande parte conservador, preconceitos podem existir.
  • O custo de vida é bem baixo, restaurantes costumam ser baratos.
Esculturas de Tbilisi

Extras:

  • Não deixe de provar pratos que só existe nessa região do mundo como o khinkali e o kachapuri. Se for em algum restaurante peça pelo cardápio em inglês ou você não entendera uma palavra.
  • Suba de Funicular até o Forte Narikala e desça pelo teleférico até o Parque Rike, ou vice-e-versa.
  • Vai para a Tbilisi? Você não pode perder de conhecer a igreja mais bonita do país, clique aqui para saber mais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.