Notre-Dame – Paris

Há uma semana infelizmente a Catedral Notre-Dame em Paris foi parcialmente destruída por um incêndio. Hoje faremos uma singela homenagem e mostraremos um pouco dela aqui. 

Notre-Dame

Notre-Dame é o ponto turístico mais visitado da Europa, e um dos mais visitados do mundo, recebendo 13 milhões de pessoas ao ano. É reconhecida como um Patrimônio Mundial da UNESCO, uma parada obrigatório para todos os turistas que passam por Paris, seja em viagens luxuosas ou mochilão. 

O estilo gótico

A Catedral Notre-Dame de Paris foi construída em estilo gótico a partir de 1163 e tem esse nome por ser dedicada a Virgem Maria, da tradução literal do francês Nossa Senhora. O local da construção, Ile de La Cité, foi usado para culto religioso anteriormente pelos Celtas e Romanos.  O término da obra foi dado em 1345, quase 200 anos depois do início, porém obras constantes de restauração são feitas, como a que estava ocorrendo no momento do incêndio no meio de abril. 

Interior da Catedral

O escritor francês Victor Hugo escreveu o romance “Notre-Dame de Paris”(O Corcunda de Notre-Dame) situando os acontecimentos na catedral durante a Idade Média. A igreja também testemunhou grande eventos da história, como: a coroação de Henrique V durante a Guerra dos Cem Anos em 1431, coroação de Napoleão Bonaparte em 1804, e a beatificação de Joana D’Arc em 1909. 

Gárgulas e pináculos

A fachada principal da igreja é a Ocidental com suas duas imponentes torres com 69 metros de altura, até acontecer o incêndio era possível visitar a torre norte. A subida era feita através de 386 degraus e lá de cima pode-se ter uma vista panorâmica de Paris, além dos pináculos e gárgulas da Catedral. Seu nível inferior apresenta três portais: o do Julgamento é o Central, O de Santa Ana a direita e o da Virgem a esquerda. 

Galeria dos Reis

Acima dos Portais e fazendo a transição para o nível intermediário está a Galeria dos Reis, são 28 estátuas de 3,5 metros que representam figuras do antigo testamento. Durante a Revolução Francesa essas estátuas foram danificadas pois a população achava que se tratava de representações dos reis franceses. No meio da fachada está a rosácea de 13 metros de diâmetros. Olhando ao longe era possível ver o alto coruchéu com 96 metros de altura que infelizmente desabou em chamas.

Uma das rosáceas do transepto

O interior sempre foi tão majestoso quanto o exterior.  Com 127 metros de comprimento, 48 metros de largura e 35 metros de altura as incríveis abóbodas do teto foram quase totalmente destruídas no incêndio. Suas colunas maciças não parecem ter tido o mesmo destino, porém os vitrais do transepto ainda sofrem enorme risco.

Abóboras laterais

Obras de restauração já foram anunciadas pelo governo francês e doações já somam milhões. Provavelmente daqui alguns anos veremos uma nova torre e um novo teto na catedral, mas infelizmente um pedaço da sua história queimou no dia 15 de abril de 2019.

Incrível teto da Nave

Extras:

  • No tesouro de Notre-Dame estão relíquias como a coroa de espinhos de Cristo, e um pedaço da Cruz na qual Jesus foi crucificado, além de muitos manuscritos e objetos medievais.
  • Na Praça Parvis que fica na frente da igreja está o marco zero da cidade. Usado para calcular distâncias de todas as estradas que saem de Paris.
  • Em 1965 foram descobertas ruínas no subsolo a frente de Notre-Dame, que em 1980 foram abertas para visitação.
Vista da Notre-Dame do Segundo andar da Torre Eiffel

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.