Petra – Jordânia

Petra é uma cidade arqueológica que fica no sul da Jordânia famosa por sua arquitetura esculpida diretamente na rocha e seu moderno sistema de canalização de água. A cidade de Pedra foi construída por volta de 312 a.C. e viveu seu auge econômico no império Nabateu no século 1 A.C. por estar no centro de várias rotas comerciais. Foi abandonada depois de um forte terremoto que assolou a região no século IV d.C. Apenas em 1982 o explorador suíço Johann Ludwig Burckhardt, disfarçado de árabe, conseguiu ajuda dos nômades nebateus e encontrou a “cidade perdida”. Desde então as ruínas atraem arqueólogos, historiadores e turistas. Sendo reconhecida como Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1985, e eleita uma das 7 novas maravilhas do Mundo junto com o Coliseu e Chichén Itzá em 2007.

Não se assuste pelo fato da Jordânia estar no Oriente Médio, esse país é pacifico e não está envolvido em conflitos no momento. De qualquer forma sempre verifique a situação geopolítica na época de sua viagem. A Jordânia apesar de estar investindo em turismo, não é o país mais acostumado com estrangeiros, então não espere simpatia de todos, principalmente em lugares menos turísticos.

Petra

A melhor época para ir ao oriente médio é de outubro à maio, já no verão (junho à agosto) o calor é infernal. Nós fomos em julho e sobrevivemos, mas se tivéssemos ido em meses menos quentes poderíamos ter feito nosso roteiro inteiro como explicaremos mais adiante. São basicamente duas opções para ir até a Jordânia, voando até Amã ou atravessando a fronteira com Israel. A primeira opção é a mais fácil porém bem mais cara.

Se você tiver um roteiro mais enxuto em um dia você consegue conhecer as principais atrações da cidade arqueológica. Para pessoas mais detalhistas recomenda-se ficar dois dias inteiros em Petra. Nossa recomendação é pelo menos um dia e meio para que em uma noite de segunda, quarta ou quinta-feira você possa ir no incrível Petra by night.

Petra – trilha principal abaixo

Como todo lugar no oriente médio, sempre se prepare levando muita água, protetor solar, óculos de sol e chapéus. Você estará fazendo uma trilha numa das regiões mais quentes do mundo, então esqueça da vaidade e opte pelo conforto. Apesar do país ser muçulmano, em Petra as pessoas estão mais acostumadas a receber turistas, então o vestuário principalmente para as mulheres fica um pouco mais flexível, mesmo assim o bom senso e respeito é sempre bem vindo.

Os ingressos devem ser comprados na hora, no centro de visitantes. O preço dos ingressos variam de acordo com a quantidade de dias que ficará e se você se hospedará na Jordânia ou não, veja aqui no site oficial.  Ingressos na mão, é bom você se informar sobre as trilhas que quer fazer, a maioria das principais atrações estão na trilha principal. Listamos aqui as construções mais famosas:

Inicio da Trilha Principal

O Siq

Essa é a antiga e famosa entrada para a cidade de Petra. Você chega nele 800 metros a partir do centro de visitantes, e vai observar seu piso pavimentado com pedras. O Siq começa na barragem e se estende por 1200 metros, sendo uma fenda no meio da rocha que varia entre 3 a 12 metros de largura chegando até 80 metros de altura. Não deixe de observar por toda a extensão do Siq os canais que levavam água de Wadi Musa até Petra com um encanamento em cerâmica.

The Siq

O Tesouro

The Treasury ou Al Khaznaé a fachada mais famosa de Petra. Podendo ser visualizada a partir do final do Siq, o Tesouro tem 40 metros de altura primorosamente decorados. Por dentro , apesar de não ser permitido acesso aos turistas, tem três câmaras. A sua real função ainda é um mistério para os arqueólogos, alguns acreditam ter sido um templo, outros um lugar para guardar documentos, mas recentemente um cemitério foi descoberto abaixo do Tesouro.

The Treasury

Rua das Fachadas

É basicamente uma fileira de túmulos nabateus esculpidos em pedra, formando um interessante conjunto na face sul do penhasco adjacente ao Siq. Ali você pode entrar em alguns deles.

Rua das Fachadas

Teatro

Esculpido aos pés da montanha, esse teatro ao estilo Romano acomodava 4000 espectadores.

O Teatro

Monastério

É o maior monumento de Petra com 47 metros de largura e 48 de altura. Nota-se a semelhança com o Tesouro porém este é um pouco maior e fica no alto da montanha. Para chegar até lá exige-se boa forma pois fica a 8km do centro de visitantes.

Royal Tombs

Outras atrações que devem ser consideradas: Royal Tombs, Colonnaded Street and Great Temple, High Place of Sacrifice,  Petra Church.

Great Temple

Petra by Night

Como dissemos acima todas as segundas, quartas e quintas-feiras acontece o Petra by Night, onde o Tesouro fica iluminado por 1500 lamparinas e luzes coloridas. Uma rápida apresentação de beduínos ocorre antes do local ser iluminado. Sinceramente a apresentação poderia ser um pouco mais elaborada, contudo ver o Tesouro iluminado durante a noite vale cada passo até lá.

Petra by Night

Nosso roteiro foi seguir a trilha principal, e ver as principais atrações. Vá o mais cedo possível, pois o calor é menor e o número de pessoas também. Nós não conseguimos ir até o Monastério pelo calor e pelo cansaço, pois optamos por fazer a trilha que vê o Tesouro de cima (falaremos mais nos extras). Sabíamos que não seria possível fazer as duas coisas no mesmo dia em pleno verão. Por isso o planejamento é sempre importante, e fazer as escolhas conforme as possibilidades do seu roteiro.

Petra by Night vista do Siq

Mesmo pesquisando antes, pode ter certeza que você não estará preparado para conhecer Petra. É muito mais bonito do que você imagina. A arquitetura é de uma genialidade sem igual. Nós já rodamos algumas partes desse mundo e com certeza essa aqui é uma das partes mais bonitas dele.


Trilha para The Treasury from above

Extras:

  • O vôo entre Israel e Amã é bem caro, mas a RyanAir tem vôos low costde Tel Aviv a Amã com pelo menos um dia de escala em Paphos no Chipre. Planejando você pode economizar bastante e aproveitar uns dias de praia no Chipre.  
  • Você encontrará muitos guias principalmente na região até o Tesouro, e se você quiser ver o Tesouro de cima os guias vão falar que é possível fazer isso somente em um passeio guiado pagando lá seus 50 dólares para eles. Isso é uma meia verdade, se você for pela trilha ao lado da barragem (seguindo a esquerda após o Siq) isso é verdade. Mas esse não é o único modo de ver o Tesouro de cima pra baixo. A maneira mais barata e independente é seguir pelo encosta ao lado das Royal Tombspegando a trilha Al-Khubtha.Comece a subir essa trilha, que se não fosse pelo calor não seria difícil. Cuidado para não se perder! Siga sempre os sinais da trilha (pedras empilhadas). Quando chegar no final dela você vai ver que alguém fez negócio com essa oportunidade. Um jordaniano fez uma tenda para descanso bem no ponto de vista do Tesouro. Ali você pode descansar, mas é claro que não tem outra opção a não ser comprar água ou refrigerantes do simpático cidadão.
Treasury from above

Um comentário

  1. Pingback: Angkor –Camboja

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.