Coliseu e Foro Romano – Roma

O Coliseu, desde 2007 quando ocorreu a votação, é uma das 7 maravilhas do mundo. Seu nome original é anfiteatro Flaviano (pois foi construído na dinastia flaviana), mas ficou conhecido como Coliseu por causa da estátua colossal de Nero que foi construída na sua frente. O anfiteatro Flaviano é o maior anfiteatro do mundo desde sua construção no século I até hoje, podendo abrigar 50 a 80 mil pessoas.  Embora bastante conhecido por seus combates entre gladiadores, a arena do coliseu também era inundada para simulações de batalhas navais. O Gigante está localizado no centro da cidade de Roma logo ao lado do monte Palatino e do Foro Romano, os quais abordaremos mais adiante.

Coliseu ainda em Reforma
Vista interna do Coliseu

Os ingressos podem ser obtidos na bilheteria do Coliseu, ou comprados antecipadamente no site oficial, mas fique sabendo que de qualquer forma você enfrentará filas. A Primeira fila é para passar pela segurança, essa muitas vezes chega a dobrar o quarteirão. A segunda é da bilheteria propriamente dita, aqui se você tiver feito a compra antecipada terá a vantagem de enfrentar uma fila menor.  Nós compramos na hora pois queríamos um dia com tempo bom (fomos em novembro que é considerado um mês chuvoso em Roma), então verificamos a previsão um dia antes. Vale lembrar que principalmente no Foro Romano você andará quase que o tempo todo a céu aberto, por isso o tempo tem que ser considerado.

Indo ao que interessa, você ficará impressionado ao avistar essa maravilha.  É difícil digerir o sentimento que algo tão grandioso foi feito há 2000 anos. A estrutura oval mede 189 por 156 metros, e o muro mais externo tem 48 metros de altura. Não tem como não ficar estarrecido por alguns minutos admirando essa obra. Passada a burocracia da entrada está na hora de se impressionar novamente, dessa vez ao olhar a estrutura pelo lado interno. As paredes são imensas. O primeiro e segundo níveis são de acesso livre com ingresso simples. Se você quiser visitar o terceiro nível, terá que comprar o tour guiado para tal. Quando fomos esse espaço ainda estava em reforma e não tivemos a oportunidade de visitá-lo, mas conta-se que a experiência vale a pena. Entre outras coisas você pode observar lá de cima, estão as ‘janelas’ onde ficavam alocadas os 240 mastros que sustentavam a cobertura de lona do Coliseu. Se você pensava que estádio coberto é modernidade, essa modernidade já existe há dois milênios. 

Réplica dos elevadores usados na arena
Arco de Constantino

Outro tour guiado que vale a pena é o tour pelos subterrâneos da arena. Lá pode ser observado os corredores subterrâneos da arena e algumas engenhocas que proporcionavam o show ao público. Deve-se reservar em torno de 3 horas para a visita ao Coliseu. Se for pegar algum audio guide ou guia turístico, é provável que você precise de mais tempo.

Após a visita ao majestoso Coliseu, passe na frente do Arco de Constantino, outra estrutura nenhum pouco pequena e que vale a pena ser olhada, e vá em direção à entrada do Foro Romano e Palatino, seu ingresso para o Coliseu dá acesso à essas duas estruturas anexas.

A Loba

Voltando para um pouco da história, segundo a mitologia Romana, o Palatino foi o lugar onde Rômulo e Remo foram encontrados sendo amamentados por uma loba. Posteriormente quando Rômulo matou seu irmão gêmeo Remo e fundou a cidade de Roma, escolheu o Palatino para edificá-la.  O Foro Romano basicamente é uma praça retangular circundada com várias construções públicas importantes na Roma antiga, como Templos e Basílicas.

Se seu dia estava indo bem, aqui a coisa fica um pouco diferente. Após a entrada você se dará conta que está no meio de um imenso parque sem um mapa (pois não é fornecido nenhum mapa oficial). Então começa a ficar bem difícil saber onde você está e quais estruturas você está observando. Por muitas vezes, principalmente na região do Palatino você percorrerá caminhos que não dão em lugar algum. Se estava esperando outras estruturas grandiosas e bem preservadas como o Coliseu, pode tirar isso da sua cabeça, por aqui você só verá ruínas e ficará feliz quando ver duas colunas completas uma ao lado da outra. Um audio guide com certeza pode ajudar, mas contando que a essa altura do dia o cansaço já bateu, talvez assim como nós você irá optar por ir por sua conta e risco. Optando por ir sozinho recomendamos que você faça o dever de casa e dê uma olhada na história e nas principais edificações antes do dia de sua visita. Você pode achar que hoje tudo é fácil por causa da internet mas quando você se encontrar perdido no meio do da Praça Romana sem ter certeza para qual estrutura está olhando, nem o Google te salvará.

Templo de Vênus

Todavia o Foro Romano com certeza é uma atração imperdível não só de Roma mas de toda a Europa por seu valor histórico, porém você sairá de lá com o sentimento que a estrutura poderia ser melhor  e que o seu passeio poderia ter sido bem melhor se a assistência fosse adequada.

Foro Romano

Extras:

–      É impossível fazer os dois passeios de forma rápida, reserve um dia para fazer tudo, como manhã no Coliseu e tarde no Foro Romano.

–      A fila no Coliseu é sempre maior pela manhã e o Foro Romano pode estar deserto. Tente começar pelo Foro se a sua ansiedade para entrar no Coliseu deixar.

2 comentários

  1. Pingback: Angkor –Camboja

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.